Microsoft troca jornalistas por inteligência artificial